terça-feira, 19 de novembro de 2013

As 30 mais belas stars da Golden Age

Já não se fazem mais divas como antigamente. Diva que é diva não aparece por aí de chinelo de dedo e calça jeans surrada.
E talvez por isso desde os finais dos anos 70 até hoje já tivemos tantas atrizes famosas, como Julia Roberts e Demi Moore, entretanto elas quando envelhecem vão sendo esquecidas e jamais reconhecidas como divas, como continuam sendo as da chamada "Golden Age" de Hollywood.
Fiz essa listinha com alguns nomes de atrizes que não são todas norte-americanas, mas que, de uma forma ou de outra, acabaram tendo participações em filmes hollywoodianos ou tanto sucesso quanto, em produções europeias.
Como "Golden Age" considerei dos anos 30 até meados dos 70.
Estou ciente de que listinhas sempre geram discussões, mas quero deixar claro que esta é apenas a opinião da blogueira. Posso ter deixado nomes importantes de fora ou então colocado numa ordem que muitos discordam.
E também não estou considerando a performance no cinema, mas meramente a beleza. Então aqui vamos nós...

1º LUGAR: Ava Gardner

"O animal mais belo da Terra", como chegou a ser chamada, tinha um rosto felino e, conforme palavras de Anita Ekberg (a número 2, logo abaixo) "tinha tudo, era absolutamente perfeita". Corpo, rosto, tudo. Sombrancelhas arqueadas, maçãs do rosto pronunciadas, rosto simétrico, queixo bem formado, olhos sensuais, sorriso lindo... Ava usou e abusou dos homens e da bebida, mas acabou morrendo sozinha, tendo seus cuidados médicos custeados pelo ex-marido Frank Sinatra.


2º LUGAR: Anita Ekberg

Anita foi outra que foi vista na telona algumas vezes interpretando ela mesma. E bastava. A atriz sueca era estonteante e foi a musa de Fellini, tendo aparecido naquela famosa cena da Fontana di Trevi.
Atualmente, Anita está falida e vive de donativos de uma instituição que auxilia atores idosos.




3º LUGAR: Elizabeth Taylor

Liz Taylor, a Cleópatra dos olhos violeta, já era outro calibre: linda, talentosa e polêmica, ela tinha todos os ingredientes de uma star pra ninguém botar defeito. Ah! Já ia esquecendo outro ingrediente: era milionária. Aliás, foi a primeira atriz da história a ganhar um milhão de dólares por um papel no cinema, era apaixonada por joias, casou-se oito vezes, duas vezes com o mesmo homem, Richard Burton, que teria sido a grande paixão de sua vida.




4º LUGAR: Sophia Loren

 A italiana Sophia Loren era a volúpia em cor e forma. Olhos de mel amendoados, boca carnuda e seios, quadris e pernas voluptuosas e cintura fina. Uma mistura bombástica que também colocou a italiana em produções de Fellini e para contracenar com grandes astros do cinema.
Vive até hoje, ainda glamurosa, é super família e nos anos 70 publicou um livro de receitas. A mulher ainda cozinha. Que um marido pode querer mais?




5º LUGAR: Hedy Lamarr

O personagem mais conhecido de Hedy Lamarr no cinema é Dalila. Com olhos azuis e cabelos escuros, Hedy era dona de uma beleza singular, capaz de deixar qualquer Sansão careca.




6º LUGAR: Vivien Leigh

 E quem não se lembra da Scarlett O'Hara de "E o Vento Levou"? Além de linda, Vivien Leigh era excelente atriz e fez uma magistral interpretação no filme "Um Bonde Chamado Desejo", ao lado de Marlon Brando.




7º LUGAR: Grace Kelly

 Esta era tão linda que virou princesa. Dizem que anos mais tarde, decepcionada com a vida de aparências do palácio de Mônaco, Grace fez alguns contatos com diretores de Hollywood, desejando abandonar o principado e voltar à vida de atriz. Entretanto, teria sido aconselhada por seu advogado a não fazer isso, do contrário nunca mais veria os filhos. Morreu num acidente automobilístico, coincidentemente na mesma estrada em que dirigiu um carro conversível no filme "O ladrão de casaca".




8º LUGAR: Rita Hayworth

 "Nunca houve uma mulher como Gilda". A ruiva de sorriso largo fez tremer os cinemas com o mais famoso striptease do mundo. E também o mais curto. Rita tirou somente as luvas. E não precisou de mais nada pra esbanjar sensualidade.




9º LUGAR: Marilyn Monroe

 Ah... Marilyn... Dizem que todo esse frisson em torno de sua figura se deve à sua morte prematura, o que eu acho profundamente injusto com a instável mas talentosa atriz. Marilyn Monroe era dona de uma beleza digna de estrela inatingível. Mesmo quando se bronzear já era moda, sempre quis manter a pele branquíssima. Os cabelos mudaram de tom mais de 10 vezes até atingir o tom loiríssimo do final (era obcecada em ser loira). Cortava um pedacinho do salto de um dos sapatos pra ajudar a rebolar quando andasse. Quando falava, não falava, sussurrava como um gatinho, enquanto movimentava a boca e as sombrancelhas de um jeito que só ela conseguia fazer.
Marilyn também jamais se deixava fotografar sem maquiagem. E dizia que não era bonita, "estava" bonita. Talvez se referindo a todo esse trabalho que o ficar "perfeita", mesmo não sendo, requeria.
Marilyn claramente aumentava o volume dos lábios com contorno de boca, fazia uso de espartilhos e sutiãs especiais pra parecer mais voluptuosa do que realmente era, mas na realidade era uma garota mignon, de silhueta ampulheta, mas que sem os vestidos pronunciosos não passava de uma modelo bonita.
A falsa loira e falsa loira burra provou que podia ser tudo, menos burra. Ninguém sem inteligência teria chegado onde ela chegou, mas ela gostava de interpretar Marilyn. Interpretava ela mesma, dentro e fora das telas, e vivia em conflito consigo mesma.
Era uma comediante e cantora excepcional.
Subestimada em vida, depois da morte nenhuma outra a superou em fama. Mais de meio século depois de sua morte, seu nome é ligado a sensualidade e mistério e faz com que ela seja até hoje a número um em muitas listas das mulheres mais desejáveis do mundo.




10º LUGAR: Brigitte Bardot

 Brigitte era a Marilyn francesa. Explico: não eram parecidas, mas o que Marilyn era para os americanos, Brigitte era para os franceses, e talvez para o mundo. A dona de lábios carnudos, cabelos desarrumados e rosto de boneca ousava como nenhuma outra atriz de Hollywood havia ousado e, com isso, tornou-se uma diva mais acessível do que as estrelas norte-americanas que sempre pareciam mais distantes, como deusas de um Olimpo.
Brigitte desceu do Olimpo. Apareceu de lingerie, nua, decabelada. Era a mulher dos sonhos dos homens dos anos 60.




11º LUGAR: Jayne Mansfield

Jayne Mansfield era dona de um corpo belíssimo, mas acabou ficando famosa como a "wanna be". "Quero ser Marilyn". Era morena e, como Marilyn, tingiu os cabelos de loiro, acreditando que assim faria mais sucesso.
Morreu jovem também, num acidente de carro (taí uma prova que a morte prematura não é razão pra explicar o sucesso de Marilyn).
Jayne tinha QI altíssimo e falava cinco línguas, entretanto escolheu ser simplesmente o "símbolo sexual", interpretando papeis bobos no cinema. Sinceramente, não me lembro de nenhum digno de nota, mas seus seios grandes e cintura finíssima chamavam muito a atenção.




12º LUGAR: Claudia Cardinale

 Claudia Cardinale foi outra diva italiana. Ela chegou a contracenar com Brigitte Bardot em um "faroeste spaghetti", que era como se chamavam os filmes de faroeste feitos na Europa.
Dona de uma beleza bem mediterrânea, Claudia não conseguiu a mesma projeção de Sophia, mas também fez muito sucesso.




13º LUGAR: Pam Grier


Fiz questão de colocar Pam no ranking porque ela não foi apenas a primeira negra a ser levada a sério no cinema, como atriz bonita, mas porque acredito que ela era absurdamente linda. Pam nunca fez filmes importantes, ficando sempre na linha B, mas sua presença impressionava. Era altíssima, tinha mais de 1,80m, traços perfeitos, pernas longas e seios enormes, algo que os americanos sempre gostaram e souberam explorar bastante nos figurinos que ela usava nos filmes.



14º LUGAR: Raquel Welch


De ascendência latina, Raquel, digamos assim, foi a Jennifer Lopez dos anos 70, e ficou famosa com suas cenas de biquini no cinema e também quando interpretou uma mulher das cavernas, coberta de muito pouco pano, obviamente.




15º LUGAR: Julie Newmar


Julie foi uma das primeiras "Mulher Gato" da história da TV e basta olhar pra ela pra saber o porquê. Cara de gatinha e corpo bem torneado. Eu mesmo me lembro de quando criança assistir ao seriado, nos anos 70, com Julie no papel da vilã.




16º LUGAR: Sharon Tate

 Sharon foi esposa do diretor Roman Polanski. Dona de uma beleza clássica, não tinha o apelo sexual de demais divas mencionadas aqui, mas estava no auge da carreira quando foi brutalmente assassinada pela família Manson, quando estava grávida de oito meses e meio, num ritual macabro. Praticamente todos os membros da família continuam na cadeia, sendo que alguns já morreram na prisão.




17º LUGAR: Veronica Lake


Veronica fez pouquíssimos filmes, mas seu legado ao mundo fashion é inegável. Basta olhar os tapetes vermelhos de hoje em dia pra ver o penteado das celebridades. Praticamente todas têm imitado o ondulado sexy levemente caído no rosto, de lado, muito usado por Veronica Lake.




18º LUGAR: Audrey Hepburn

Audrey foi recentemente considerada o rosto mais bonito do século XX. Só isso talvez rendesse a ela uma colocação até melhor, mas enfim, aqui está ela. A "Funny Face" era bela por dentro e por fora. Pouco antes de morrer de câncer, aos 63 anos, dedicou seu tempo a ajudar crianças órfãs de guerra, na África.
Quando criança, Audrey, que era de origem belga, também sofreu. Passou fome nos campos de concentração nazistas e numa de suas entrevistas comentou que chegou até a comer grama, o que talvez tenha cooperado para seu corpo franzino, que jamais se recompôs.
A beleza de Audrey, porém, é etérea e daquelas que não se esvanecem com o tempo. Transcendem, porque era uma atriz talentosa, fashion, bem-humorada e de bom coração. Difícil encontrar tantas qualidades em quem já é bonita. Normalmente, as bonitas se tornam preguiçosas e pensam que só beleza basta. Audrey, entretanto, nunca pensou assim.






19º LUGAR: Mae West

Mae é a mais antiga da lista e gosto muito dela, não somente porque ela era uma 'badass' dos anos 30, como porque ela tinha um tipo de beleza totalmente natural e voluptuoso. Eram tempos em que eu gostaria de viver, pra dizer a verdade, sem preocupações com dietas.
Mae era muito ousada pra época e é de sua autoria a frase: "Quando sou boa, sou boa. Mas quando sou má, sou melhor ainda".




20º LUGAR: Greta Garbo

Greta foi uma atriz do cinema mudo, mas tinha expressividade tamanha que sua beleza de um magnetismo inexplicável lhe rendeu atuações muito sugestivas, como por exemplo na pele da famosa espiã Matahari. Greta, ainda jovem, se recolheu no anonimato. De repente, parou de aceitar papéis para o cinema e nunca mais foi vista publicamente. Não sei que foi que deu nela. Algo como a modelo dos palitos de dente Gina, talvez? Onde está a Gina?




21º LUGAR: Marlene Dietrich

 Marlene já era artista na Alemanha. Interpretava e cantava muito bem. Foi parar nos Estados Unidos, fugindo de Hitler, a quem odiava e odiava principalmente saber que ele era fã de suas músicas.
Dietrich tinha um olhar penetrante e sombrancelhas muito arqueadas.
Suas pernas ficaram famosas no filme "O Anjo Azul".




22º LUGAR: Esther Williams

Esther Williams não era só um rostinho bonito, mas seu corpo era muito admirado na época, por isso ela era conhecida quase como a 'sereia' dos filmes de Hollywood, pois era sempre solicitada em cenas em que deveria usar um maiô, para nadar e nadar, serenamente, como uma sereia.





23º LUGAR: Gene Tierney

 Gene foi uma sortuda. Além de belíssima, sua família era de posses e ela estudou até na Suíça. Depois, casou-se com um estilista francês. Que mais faltava acontecer na vida da moça? Virou atriz de Hollywood, claro. Uma vida simplesinha assim.



24º LUGAR: Ingrid Bergman

 Ingrid Bergman sempre terá Paris e o resto do mundo aos pés dela. A atriz de beleza gélida até filmou no Rio de Janeiro, quem diria... É mãe de Isabela Rosselini, que não chega a ter 30% da beleza da mãe. Enfim, mais um caso clássico de mãe mais bonita que a filha.




25º LUGAR: Natalie Wood


Natalie Wood foi das atrizes mais belas que a telona já teve e sua morte continua um mistério. Sua irmã insiste que ela foi assassinada por seu marido Robert Vagner, também ator. Na época, finalzinho dos anos 70, começo dos 80, um inquérito foi aberto, mas nada foi provado.
Natalie foi achada morta no mar, após um passeio no iate da família, o que foi considerado estranho visto que Natalie tinha medo do mar. Natalie havia misturado álcool com remédios pra dormir e morreu afogada provavelmente sem sequer perceber.



26º LUGAR: Janet Leigh

 Talvez nesta foto você não a esteja reconhecendo, mas é ela: a gritona do filme Psicose, de Alfred Hitchcock. Janet Leigh fez outros filmes, mas ficou mesmo conhecida naquela famosa cena no banheiro, que deu o maior problema pra ser filmada, visto que os estúdios eram muito censurados. Janet deveria estar sem roupa, mas deu o que fazer pra provar que não se mostraria nada de seu corpo. Entretanto, a mera sugestão de nudez em uma cena filmada durante um banho causou toda uma fuss entre os censuradores.
No fim, passou.
Só que Hitchcock cismou que ela não estava gritando de uma maneira muito convincente. Sem se fazer de rogado, pegou ele mesmo o punhal e partiu com tudo pra cima da moça. Em pânico de verdade, Janet gritou pra valer.
"Pronto, agora sim ficou bom".
Sádico esse Hitchcock, né?





27º LUGAR: Lauren Bacall


Lauren tinha talvez das sombrancelhas mais enigmáticas do cinema. Filmou com Marilyn Monroe "Como casar com um milionário" e outros filmes de sucesso. Ela merece o 27º lugar por ter sido dona de uma beleza invulgar, não certinha, mas ligeiramente agressiva e marcante.




28º LUGAR: Barbara Eden

Como não reconhecer esta gênia, mesmo quando ela só estava sendo... a atriz Barbara Eden, que interpretou Jeannie, do seriado "Jeannie é um gênio", um dos maiores sucessos da TV americana de todos os tempos.





29º LUGAR Kim Novak

 Kim Novak foi a estrela de um excelente filme também de Hitchcock: "Um corpo que cai".
Seus cabelos loiros quase brancos mostravam uma tendência que Hollywood tinha em preferir as loiras. E não somente Hollywood como o próprio Hitchcock. Dizia que o sangue contrastava melhor num cabelo loiro. Faz sentido... Mas ele era freak.





30º LUGAR: Ginger Rogers

Ginger Rogers era não só linda como talentosa. Dançava com Fred Astaire, mas eu sou mais a Ginger, já que ela fazia tudo aquilo e de salto alto!

E esta é a minha listinha das 30 mais belas divas da Golden Age. Discorda? Aprova? Quer acrescentar algo? Então comente. Só não espere que divas como estas apareçam novamente. Desde que qualquer celular passou a tirar fotos de qualquer um, desde que a internet e o high definition têm mostrado até as amigdalas das celebrities... acabou-se o glamour, fofa. O jeito agora é se contentar com olheiras, cofrinhos, tombos e outras ceninhas nada glamurosas encenadas pelas 'estrelas' de hoje.





4 comentários:

  1. ...acho Sophia Loren o espetaculooooooooo!

    ResponderExcluir
  2. Senti falta de Dolores del rio ( linda e talentosa mexicana) Carole lombard( loiraca e ótima comediante) Ann Sheridan ( fêmeas fatal e ruiva de os anjos de cara suja) Ingrid Pitt e Veronica Carlson ( as divas do estúdio de terror hammer da Inglaterra ) e Deborah Kerr ( linda elegante talentosa versátil e ruivissima)!

    ResponderExcluir
  3. I have just installed iStripper, and now I enjoy having the hottest virtual strippers on my taskbar.

    ResponderExcluir